quinta-feira, 17 de abril de 2008

Crenças e vínculos.


O autor e especialista em gestão, Jim Collins,
considerado o sucessor do guru Peter Drucker, escreveu em seu best seller "Built to last: successful habits of visionary companies": "As pessoas têm uma necessidade humana de pertencer a algo de que possam se orgulhar. Elas necessitam de valores e de um objetivo que dê
significado às suas vidas e aos seus trabalhos. Elas precisam estar ligadas a outras pessoas, compartilhando com elas crenças e aspirações em comum".

Os seres-humanos são movidos por suas crenças e por significados. Daí, a importância da comunicação como construtora de vínculos. Vínculos que se formam quando temos algo em comum com o grupo ao qual pertencemos. Quando somos parte de uma "comunidade", de uma unidade comum. Precisamos encontrar sentido no que estamos fazendo e é através da "ação em comum" - comunicação, que empresas, sejam públicas ou privadas, podem construir elos entre seus negócios, suas pessoas, fornecedores, clientes e demais públicos de interesse.

Tudo isso parece meio óbvio, mas é uma premissa das empresas "feitas para durar".

Um comentário:

Deborah Leite disse...

Olá Luiz,

Sou professora de um curso de extensão de endomarketing e compartilho da importância desse tema nas empresas. No entanto, lamento o quanto seja desafiador mostrar a importância dele para empresários de empresas pequenas, loucos por lucros e lutando pela sobrevivência de suas empresas. Conseguir verba, ainda que pequena, e a merecida atenção para o assunto é o grande embate atual para os comunicadores.
Parabéns pelo lindo blog.
Visite o meu http://deborahleite.blogspot.com/2008/02/importncia-do-endomarketing.html