quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Uso do e-mail.

Amigos (as), é sempre bom lembrar algumas dicas de uso do e-mail, esse canal instantâneo de entrega de opinião (rs). No corre-corre do fazer e do entregar, eu mesmo preciso me policiar para não dar um "send" sem o devido tempo para respirar.

Bom, o que tenho feito para não mandar e-mails que possam dar interpretações erradas por parte de quem recebe? Compartilhando, dicas simples...
  • Antes de responder qualquer e-mail respire fundo e releia o que escreveu;
  • Confira a quem você está enviando a mensagem, para não mandar recado para a pessoa errada;
  • Confira o histórico do e-mail, o rastro de conteúdo da mensagem pode ter itens que não interessam aos novos destinatários;
  • Nunca utilize letras MAIÚSCULAS. Elas passam a sensação de que você está berrando lá do outro lado;
  • Tente humanizar sua abordagem, seja educado sempre - a tendência do texto é ficar frio e racional demais. Lembre-se que tem gente do outro lado da tela!
  • Evite e-mails muito grandes, onde uma legião de gente está copiada. Imagine se todo mundo mandar textos longos? Ninguém vai ter mais tempo para nada (já não temos, não é mesmo?);
  • De preferência, mande um e-mail sobre cada assunto em separado
  • Não mande anexos que ninguém pediu...eles sobrecarregam a memória das outras máquinas. Que tal mandar apenas um link de acesso?
  • Que tal usar o telefone para falar com aquela pessoa, ao invés de achar que se ela recebeu o e-mail e o assunto está resolvido?
  • Lembre-se, e-mail não é um "Ufa, mandei!" (e o macaquinho foi pro colo do vizinho...rs).

3 comentários:

Mauro Segura disse...

Gaulia. Gostei de suas dicas. Você me inspirou a escrever um post sobre o assunto. Vou prepará-lo nos próximos dias. Por sinal, acho que o "Ufa, mandei" é uma prática prá lá de usada no mundo corporativo. Muita gente considera que, ao dar um "send' num email, o assunto está sendo tratado e evoluindo. Muitas vezes isso é mera ilusão. Mas o pior mesmo é o que você escreveu: a velha passada de macaquinho. O uso abusivo e excessivo dos emails vêm causando essa coisas. Abcs.

Luiz Antônio Gaulia disse...

É verdade Mauro, isso é uma prática comum no mundo corporativo...apesar dos avanços tecnológicos, muitas pessoas ainda não sabem utilizar de uma maneira realmente eficiente o e-mail. Olha aí uma oportunidade para a área de T&D das empresas...Obrigado pelo seu post!

Daniele Menezes disse...

Luiz, gostei muito da sua observação em relação ao e-mail. Em minha monografia sobre comunicação empresarial estou abordando o fato da comunicação em uma empresa em época de crise, a melhor forma de passar o que está acontecendo... claro que mentir nunca, amenizar? não sei... gostaria até de um observa''cão sobre isso. Mas retornando a questão de estar atento, é o que deveria acontecer sempre, mas as vezes na correria de passar um trabalho para o chefe - opa! foi errado - ou - Desculpa, esqueci o anexo.