sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Comunicação interna como ferramenta de gestão.

É possível montar uma equipe de projetos sem se conversar? É possível descobrir o que o outro pensa sem perguntar? É possível administrar sem comunicação?

Acredito que não existe fórmula mágica. Seja em tempos de crise ou em tempos de estabilidade, na pujança ou nas vacas magras, qualquer organização precisa utilizar a comunicação interna como ferramenta de gestão.

Não estou defendendo a tagarelice, nada disso. Defendo o óbvio: bons negócios começam pelo entendimento mútuo, pelo escutar e pelo ouvir a opinião do outro lado da mesa de negociação. Entender os diferentes pontos de vista: do acionista, do cliente, do fornecedor e... dos empregados!

Perceber que é dentro da fábrica ou no balcão da loja, no SAC da empresa ou na área de logística ou em qualquer lugar da organização, quem não sabe direito o que está fazendo, para que está fazendo ou para quem está fazendo o que faz, não está dando o resultado e a contribuição que poderia dar.

Então, é ferramenta estratégica de gestão ou não?

2 comentários:

gi Barreto disse...

Prezado,

Perdoe a ousadia, mas a necessidade é premente. Gostaria de iniciar um projeto de comunicação interna na Indústria Farmacêutica onde trabalho. Somos uma indústria de médio porte, com grandes projetos de parceria público-privada. Poderia me dar uma luz? Por onde começar? Que ferramenta usar?

p.s: escrevapragi@gmail.com
Grata
giovanna Barreto

gi Barreto disse...

Prezado,

Perdoe a ousadia, mas a necessidade é premente. Gostaria de iniciar um projeto de comunicação interna na Indústria Farmacêutica onde trabalho. Somos uma indústria de médio porte, com grandes projetos de parceria público-privada. Poderia me dar uma luz? Por onde começar? Que ferramenta usar?

p.s: escrevapragi@gmail.com
Grata
giovanna Barreto