sábado, 7 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher.

8 de março - próximo domingo. Data importante. Não por causa da homenagem à mulher, pois não precisamos de um dia para isso. Todo dia é importante para elas, por elas, as mães da humanidade. Todo dia é importante para a mãe Terra. Planeta mulher.

Sinceramente, não gosto dessas datas que homenageiam estes ou aqueles grupos humanos. Todo dia deveria ser de respeito e justiça para as pessoas, sem datas especiais. Mas, enfim, o simbólico faz parte da nossa trajetória e muitas datas no calendário são momentos para reflexão: para lembrar que a força não pode ser permitida para massacrar os mais fracos, para lembrar que os poderosos não podem estar acima das leis e para lembrar que a vida é sempre o bem mais precioso de nosso planeta.

Mas qual o porquê dessa data? Qual o simbólico, a história? E por que falar disso num blog de comunicação empresarial? Bom, do ponto de vista da história: no ano de 1857, operárias de uma fábrica de tecidos nos EUA, fizeram uma greve. Ocuparam a fábrica e reivindicaram melhores condições de trabalho (redução na carga de trabalho para dez horas - as fábricas exigiam 16 horas de trabalho diário) e melhores salários (as mulheres recebiam um terço do salário de um homem para o mesmo tipo de trabalho). A manifestação foi reprimida: as mulheres foram trancadas dentro dos galpões, que foram incendiados. Centenas morreram carbonizadas.

Em 1910, durante uma conferência na Dinamarca , ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem àquelas mulheres assassinadas na greve de 1857. Contudo, somente em 1975 a data foi oficializada pela ONU - Organização das Nações Unidas.

Ou seja, mais do que um bom motivo para que este blog faça o necessário registro. A necessária homenagem. Hoje, em pleno ano de 2009, no Brasil, ainda existem diferenças salariais entre mulheres e homens justamente pela diferença de gênero e não pelo mérito. Hoje, ainda existe muito preconceito (e piadinhas de corredor) quando uma mulher é promovida por merecimento. Por isso, não gosto de datas especiais, mas reconheço que são necessárias, principalmente quando nos fazem lembrar de atrocidades como as ocorridas em 1857.

Mas, também não vamos pegar só no pesado. Que este dia seja de intensa felicidade, alegria e esperança para todos nós. Saravá!

2 comentários:

Anônimo disse...

Oi,Luiz - veja só!
Brasil tem maior diferença salarial entre sexos no mundo

As mulheres brasileiras recebem, em média, salários 34% inferiores aos dos homens, a maior diferença registrada entre os 20 países pesquisados para um estudo divulgado pela Confederação Sindical Internacional (CSI), com sede em Bruxelas.

Calculadas com base em entrevistas realizadas com 300 mil trabalhadores entre 16 e 44 anos de idade em 20 países - 35.152 deles brasileiros -, as estatísticas da CSI contradizem os números oficiais dos governos, segundo os quais as mulheres de todo o mundo ganhariam, em média, 16,5% a menos que os homens.

Para Sharran Burrow, presidente da CSI, o estudo indica que, de forma geral, as mulheres com um "nível de qualificação superior" enfrentam as maiores diferenças salariais, o que poderia ser atribuído à discriminação no mercado de trabalho, evidente na "maneira como os empregadores concedem promoções aos postos mais altos e nas deficiências em relação à proteção à maternidade".

Henrique Paulatti disse...

Amigo Galia, faço de suas palavras as minhas: "Todo dia deveria ser de respeito e justiça para as pessoas, sem datas especiais".
Se tivessemos que ter um dia para valorizar todos os grupos sociais minoritários, os 365 dias do ano não seriam suficientes. Acho justo termos um dia para varolizar as mulheres, porém acho injusto valorizá-las apenas um único dia.
Um grande abraço.
Henrique Paulatti