segunda-feira, 19 de abril de 2010

Marketing e Comunicação.

As ferramentas do marketing como o nome diz são apenas ferramentas. São os homens que as utilizam de maneira correta ou incorreta.

Já escutei que "Fulano é um marketeiro" ou que "Isso tudo é puro marketing" para destacar o lado negativo da disciplina, por vezes até desonesto. Meu último post pode ter passado esta noção. Mas quero deixar bem claro que acredito no marketing e na comunicação como alavancas válidas e fundamentais para fazer acontecer bons negócios, para construir marcas confiáveis e realizar projetos úteis para sociedade.

Afinal, acredito que o marketing mais valioso é o que parte do princípio básico de se atender bem o cliente, conseguindo seu encantamento diante de um bom produto ou um excelente serviço e o deixando plenamente satisfeito. O que parece óbvio é entretanto difícil na prática. Na "hora da verdade" (termo criado por Karl Albrecht, se não me engano), quando o cliente está no balcão de vendas ou em contato com a empresa e a experiência de vivenciar a marca e sua promessa, é que se comprova se a estratégia de marketing e comunicação está válida. Porque no final das contas, o cliente vai ter sempre razão - ou não?

Nenhum comentário: