domingo, 22 de agosto de 2010

Marketing.


Feramenta é ferramenta. Usada para o bem ou para o mal, pela razão ou pela emoção humana. Se uma enxada serve para o trabalho de semeadura do campo, na mão do homem também pode servir como arma de agressão.

O mesmo acontece com o marketing e por isso o termo "marqueteiro" é hoje quase uma ofensa. Claro, tem tanto "picareta" na praça usando as ferramentas dessa disciplina para avançar sobre o bolso do cliente, sem dó nem piedade, e enganar as pessoas de boa fé, que só poderia dar nisso.Lamentável.

A boa notícia, que não poderia deixar de ser divulgada por aqui: descobriram que o consumidor também é humano! E que um "novo marketing" está surgindo! Calma, sem alvoroço!

O título da matéria que saiu no Jornal Valor é risível, pelo menos no meu entender. Por isso, compartilho com vocês. A pergunta que fica: Os maus profissionais vão se regenerar de vez neste novo século da busca pela sustentabilidade? Ou todo esse discurso é apenas mais um truque de marqueteiros?

Nenhum comentário: