segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

185 milhões de latas.

A Red Bull vai instalar no Brasil a sua primeira fábrica fora da Europa. A marca austríaca, cuja fórmula é uma mistura de cafeína, guaraná e taurina, entre outros estimulantes, é sucesso absoluto no Brasil. Tem 48 % do mercado (segundo pesquisa da Nielsen), seguida da Burn da Coca-Cola (com 18 %) e da Fusion da Ambev.


Dietrich Mateschitz, o fundador, posicionou a marca de maneira insusitada com um conceito convidativo: "Red Bull te dá asas". Com essa mensagem já sedimentada na mente dos consumidores e difícil de ser derrubada pela concorrência, os touros vermelhos venderam, só no ano passado, 4,6 bilhões de latas no mundo inteiro. Sucesso absoluto, a empresa investe nada menos que 35% de todo o faturamento na promoção da marca (só a Fórmula 1 leva uma boa fatia desse dinheiro).


Além disso, Mateschitz tem uma forma descontraída de gerenciar sua equipe. Seus quase 7 mil empregados são incentivados a ter ideias novas, sem precisar ficar perdendo tempo em demasia com os escalões superiores, para colocar as ideias em prática.

Nenhum comentário: