sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Marcas

Criada há mais de 40 anos, a Natura deu mais um passo para ampliar suas fronteiras mercadológicas no mundo. A marca brasileira de cosméticos e estilo de vida (por que não?) anunciou a compra de 65% da Emeis Holding, empresa australiana, dona da marca Aesop que produz cosméticos com ingredientes botânicos.


Além de ser a primeira vez que a Natura faz uma aquisição como parte de sua estratégia de crescimento, o movimento da companhia foca num objetivo de longo prazo: o futuro da cosmética e da chamada indústria da beleza.



Um caminho que aponta para um encontro cada vez maior entre ciência, tecnologia, atitude e design. Na verdade, a proposta de valor das duas marcas me parece alinhada no que elas transmitem de inovação, originalidade e branding.

 

As abordagens diferenciadas e as mensagens capazes de dialogar com as pessoas num planeta cada vez mais complexo fazem parte da estratégia das duas marcas. E para comunicadores empresariais, ambas me parecem um case de construção de imagem, sedução e posicionamento de marketing a ser estudado.

Nenhum comentário: