sábado, 4 de maio de 2013

Empreendedorismo esperança.

“O colorido desse caos é absolutamente indispensável
à composição da nação sonhada”
(Frase de Caetano Veloso e nome da sala temática da Exposição ‘A Ventura Republicana’ no Museu da República, aberta em 1996.)


Brasileiro é empreendedor. Dizem que nossa profissão é a esperança. Eu discordo. Acredito que seja o empreendedorismo nato pois a nossa história nos exigiu criatividade, jogo de cintura e... empreendedorismo! Claro, que tudo feito com muita fé na vida.

Uma prova dessa qualidade nacional é José Anatolio, o "Antônio", dono da primeira "Shopin Bike" da cidade do Rio de Janeiro. A loja sobre rodas seria um verdadeiro "mar de utensílios" se estivesse sobre as ondas. Mas como ela gira pelos asfaltos da cidade - através da força dos braços de Antônio - trata-se de  uma verdadeira montanha de mercadorias coloridas e cacarecos úteis para o dia-a-dia de nossas casas,  armazenados e vendidos sobre duas rodas.



Esta é a Shopin Bike (*). A ideia, nascida após um incêndio, é digna de uma boa matéria jornalística. Antônio é um exemplo, daqueles que mereciam estar nos comerciais intitulados "O Melhor do Brasil é o Brasileiro" - que eram veiculados há alguns anos. Imaginem que Antônio não pode ficar doente, senão a "lojinha" não fatura. Antônio não tem nem como ir ao banheiro (já pensaram nisso?). Antônio também não tem linha de financiamento "amigável" do BNDES e por isso arrasta solitariamente os 200 quilos de sua carroça, digo, sua bicicleta, pelas ruas da cidade.

O que mais impressiona em Antônio é a sua resiliência para vencer os obstáculos (da vida e das calçadas). Além, é claro, de seu sorriso quando se relaciona com a sua freguesia. Atendimento nota dez, ao gosto do cliente? Atributo de valor da marca da Shopin Bike.

Antônio e a sua Shopin Bike: empreendedorismo esperança, uma tecnologia socioeconômica original do Brasil.

(*) Fotografia feita por Lucas Gaulia Drummond, estudante de jornalismo da UFRJ.

Nenhum comentário: