sábado, 7 de setembro de 2013

A singularidade de uma marca.

As marcas são como nossas crenças: fazem parte do nosso jeito de viver. Não são apenas símbolos e nomes do que consumimos, são símbolos de nossas personalidades e identidades sociais. 

A humanidade sempre se marcou, sempre buscou orientar-se por uma simbologia religiosa, tribal, nacional. De reinos, de times de futebol, brasões de família, exércitos e toda sorte de movimentos sociais, culturais e políticos.  Naturalmente, o mundo dos negócios também se apoderou dessa vertente e criou as marcas para rotular produtos, serviços e estilos de vida modernos.



Hoje, o que torna uma marca essencialmente diferente de outra é a sua trajetória. A sua história singular. Sua sustentabilidade ambiental, social e econômica. Neste artigo publicado na Plurale, em versão digital, comento um pouco mais sobre esse tema.

Visite, leia mais e depois comente: www.plurale.com.br

Nenhum comentário: