sábado, 14 de setembro de 2013

Qual é a importância da sustentabilidade nos eventos internos de uma organização?


A boa prática da comunicação organizacional não pensa apenas em ferramentas, veículos ou eventos. Um comunicador empresarial deve pensar antes em como se utilizar dessas plataformas para  engajar, motivar e educar. Dessa forma, um evento, seja ele dentro da empresa ou fora, representa um momento único para que a organização transmita a sua preocupação com a sustentabilidade. Ao estimular o relacionamento humano, um evento aproxima os fornecedores de serviços, os convidados e os anfitriões.  Eventos criam vínculos, portanto. Ou deveriam criar.

Um evento pode ser pensado em seus mínimos detalhes para transmitir questões inerentes à sustentabilidade já na sua formatação. Não só no tema do evento, na sua programação visual, nos discursos, nas folheterias e nas apresentações, mas no seu “embalar” de forma sustentável alinhando a palavra e a ação. Assim, por exemplo, se tivermos um stand construído em madeira, que ele seja certificada e após o evento ela seja reutilizada ou mesmo descartada de forma ambientalmente correta. Se tivermos um jantar ou um almoço, poderemos pensar em um cardápio com elementos diferenciados dos quitutes tradicionais, geralmente cheios de gordura saturada, sal em excesso ou alimentos por demais industrializados. Que tal uma alimentação com base orgânica? 

Outro exemplo: vamos servir bebidas alcóolicas? E como nossos convidados irão voltar para suas casas ou empresas? Estamos preocupados com a segurança deles? Questões como estas geralmente ficam de fora do planejamento, mas representam de forma prática como um evento pode estar 100% coerente, nos seus detalhes, ao discurso da sustentabilidade de uma organização.

Os eventos não podem ser considerados como peças fora da gestão integrada da comunicação organizacional. Eles são ações táticas fundamentais para compor o conjunto de movimentos que cria ou retira valor de uma marca.

Nenhum comentário: