quarta-feira, 6 de maio de 2015

Ranking da Forbes.

O ranking anual daForbes trouxe algumas colocações negativas para grandes marcas nacionais. A Petrobras, como noticiou o jornal O Estado de São Paulo caiu muito em relação ao ano passado. A marca saiu da 30ª posição para a distante 416ª colocação numa queda dolorosa na sua reputação e no seu valor, devido aos estragos da corrupção e dos desvios contábeis.


A Vale, um pouco à frente da Petrobras, ocupa a 413ª colocação provocada principalmente pela queda de preços do minério de ferro nos mercados globais, o que atingiu várias outras mineradores e também as siderúrgicas (a CSN também não se posicionou com destaque na lista e a USIMINAS nem compareceu).Outra que ficou numa colocação ruim foi a Eletrobrás. “A energia para novos tempos” segundo slogan publicitário da estatal, acabou ocupando a 1094ª posição.

As marcas brasileiras que melhor se colocaram, segundo a Forbes, foram do segmento financeiro e de alimentação: Itaú, em 42º lugar; Bradesco, em 64º lugar e ainda a JBS e a BRF. Parabéns para elas!

As petroleiras que melhor pontuaram foram a Exxon Mobil na 7ª colocação, seguida pela Chevron em 16º lugar, a Total e a BP. A chinesa CNOOC empatou com a Statoil na 103ª posição da lista. A russa Gazprom também aparece no ranking da Forbes (também melhor colocada que a nossa Petrobras).

Agora é trabalhar para virar esse jogo!  Quem sabe ano que vem aparecem outras marcas brasileiras de destaque no mundo? Quem aposta?

Um comentário:

Anônimo disse...

Vamos sair dessa! Pra frente Brasil!