domingo, 13 de setembro de 2015

NATURA ganha prêmio da ONU.

 A Natura ganhou o prêmio da Organização das Nações Unidas (ONU) "Campeões da Terra 2015", na categoria Visão Empresarial. Ao atribuir o prêmio à Natura, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) reconheceu o compromisso da empresa de colocar a sustentabilidade no coração de sua estratégia de negócios, o que apoia a Agenda para o Desenvolvimento Sustentável 2030 da ONU. O diretor-executivo do PNUMA, Achim Steiner, disse: “O modelo de negócios da Natura é um exemplo de como a sustentabilidade e o empreendedorismo andam lado a lado. O trabalho da companhia para ter cadeias de fornecimento verdes, reduzir sua pegada de carbono e apoiar comunidades locais demonstra não só um compromisso admirável com o meio ambiente. O sucesso da Natura é uma inspiração e modelo para empresas de toda parte. Eles mostraram que padrões de consumo e produção sustentáveis não só são possíveis como beneficiam tanto a companhia como a comunidade”.
 
A Natura possui operações em seis países da América Latina e na França, além da marca australiana Aesop, adquirida em 2013, com presença nos cinco continentes. A companhia emprega um modelo de produção sustentável baseado no fornecimento responsável de ingredientes naturais e trabalho com comunidades locais, para incentivar inovação ecológica em todo o ciclo de vida de um produto. “Estar entre os reconhecidos como Campeões da Terra nos inspira ainda mais a ampliar o potencial de nossa empresa de gerar impacto positivo na sociedade e no meio-ambiente”, diz Roberto Lima, diretor-presidente da Natura. “Buscamos uma agenda de desenvolvimento sustentável que vá além do comportamento empresarial e que esteja inserida de fato em nosso modelo de negócios.”
 
A Natura é uma empresa carbono neutro desde 2007, com esforços intensos para minimizar sua pegada de carbono em todas as etapas de produção e para compensar suas emissões de CO2. Esse processo ajudou a acender a inovação ecológica, influenciando as tecnologias, o design e as fórmulas desenvolvidas pela empresa. Com o Programa Amazônia, lançado em 2011, a Natura busca fomentar a criação de negócios sustentáveis na região amazônica, impulsionando o desenvolvimento de uma economia de floresta em pé. A companhia lançou, este ano, uma linha de produtos que usa um novo ativo amazônico, a ucuuba. Antes derrubada para exploração madeireira, a árvore em pé passou a render três vezes mais ao ano às comunidades locais com o manejo sustentável para fornecer cosméticos à Natura.
 
 

Nenhum comentário: